30 de mar de 2009

Umidade

Por vezes, sou acometido por uma inexplicável angústia.

Pergunta-me. "Trabalho? Amigos? Família? Amor?"
Ora, não é nada disso! E não me perguntes mais.
Pois insatisfação com uma não resposta é o que colherás.

Não é, entretanto, porque não o quero.
É porque não o sei.

Saber que não o sei realimenta a angústia.
Por isso, escolho a reclusão.

Dentro de mim mesmo, posso brigar comigo mesmo sem machucar ou espantar os outros.
Dentro de mim mesmo, minha insegurança está segura.

Sou cientista. Adoro explicar tudo.
Mas sou humano. Sou complexo demais.

O sol brilha, mas a minha alma não seca.


Chove lá fora.

2 comentários:

Pedro disse...

É... complicado...

Espetáculo da natureza disse...

E bota complexo nisso...