13 de out de 2005

Espelhos

Os teus olhos têm
Um brilho repentino,
Refletindo na lua
Minh'alma na tua.

Os teus olhos têm
Um sorriso próprio:
Beleza que acanha
Pôr-do-sol de montanha.

Os teus olhos têm
Um brilho inexplicado:
Sem motivo aparente
Me remete ao presente.

Os teus olhos têm
Um quê de qualquer coisa,
De nada, de tudo;
Me mudam pr'um mudo.

Lindos cabelos, vêm!
Lindo sorriso, vem!
À beleza de espelhos, que só
Os teus olhos têm.


7 comentários:

Daemon disse...

ó. o cara é poeta! :)
Muito bom!

Priska disse...

Puxa... tava inspirado, hein? ;P

Gude disse...

Obrigado. É como eu falei, né... De vez em quando a gente consegue fazer algo legal. :)

Ana disse...

êêê!! Que lindo!!!

Inspirador, mocinho!

Babi disse...

Muito lindo!

Gude disse...

Valeu mesmo... Obrigado a todos, e obrigado, Babs. :)

Priska disse...

Vai atualizar este troço, não? Quero meu dinheiro de volta...