8 de mai de 2006

Eu, Imperador

Vim
Do mundo real (acho eu).
No breu, uso o meu grande olho.
Informações colidem.

Vi
Depois da oitava casa
Alguns números que diziam:
Há muito não faço poemas.

Venci
Minha vontade de não-criar.
Uma página em branco
Cursor e letras piscantes.

Eis, aqui, o resultado.

Vivi.

4 comentários:

Gude disse...

Nota 1: Há outro post abaixo deste. :)

Nota 2: Sweet Merciful Gods! Consegui postar exatamente à meia-noite, totalmente sem intenção. :)

Carol Vil disse...

Fenomenal.

Rainha De Copas disse...

se nada mais..
muito divertido

:)

Ana disse...

Gude, cadê suas historinhas bacanas?