18 de nov de 2005

Lavou, tá novo

Hoje o dia amanheceu chuvoso.

Dias chuvosos sempre têm algo de especial pra mim. Não sei se é pelo fato de eu ter uma paixão envergonhada por precipitações, ou se é porque sigo inconscientemente uma religião que tem a água como deusa, ou se eu sou meio paranóico. Ou tudo isso misturado.

O fato é que eu sempre enxergo dias chuvosos como dias de limpeza. Eu crio toda uma metáfora onde o céu chora, seja de alegria ou de tristeza, e lava a terra, as almas das pessoas. Batiza as cabeças e faz todo mundo esquecer pelo menos por um instante os problemas, seja para procurar um abrigo e fugir da chuva, seja para tomá-la de braços abertos e chegar ensopado em casa ou no trabalho.

Oh, chuva
Eu peço que caia devagar
Só molhe esse corpo de alegria
Para nunca mais chorar.
- Chuva! [Dora Vergueiro]

O trânsito fica lento, mas isso diminui a pressa das pessoas. O barulho de carros andando nas ruas molhadas, a chuva caindo no telhado do lado, os trovões que ressonam ao longe muito depois do relâmpago, tudo isso tem uma musicalidade única.


Dias como o de hoje têm um significado de término de um ciclo. Ou início de um. Ou reinício. Renovação, recomeço, reveillon. Uma grande amiga minha disse uma vez que não entendia porque devemos esperar o dia 31 de dezembro virar 1º de janeiro para renovar as esperanças, criar novos sonhos, definir novos objetivos e até mesmo renovar compromissos com objetivos velhos. Façamos nosso reveillon hoje! (beijo, querida!)

Há muito tempo atrás, a chuva era a minha maior confidente. Só ela sabia de tudo o que eu pensava e sentia. Fez parte de muitos momentos únicos. Porém, ao longo dos anos, eu fui perdendo essa pequena loucura, que, ao fim, me fazia muito bem.

De fato, eu adoro a chuva. Apesar de desafiá-la de vez em quando.

5 comentários:

Daemon disse...

Tá na hora de clocoar meu chapéu de chumbo... C tá lendo pensamentos agora?
hehehehehe

Ana disse...

Concordo muito com a parte do reveillon, aliás, acho bobagem esperar o dia 31, sendo que sempre se pode renovar-se a partir de agora...

Mas essa chuvinha fina é tão triste, parece que o dia todo está chorando... o sol é mais feliz :), tem uma energia implícita!

Priska disse...

Hmmm... hoje não vai dar, Candi... Mas vamos fazer o reveillon terça, sei lá... esta semana! Sem falta, hein! ;P Bjos!

Transeunte disse...

Aow gude!

O falamansa fez um forró com esse trecho da música!

A respeito do tempo, eu já sou duro como uma rocha. Não me importo com dia chuvoso, mas adoro um dia de sol!

Aquele abraço

Gude disse...

Transfigurado, eu sabia disso. Mas eu já tinha ouvido essa versão da Dora Vergueiro BEM antes do Falamansa surgir com ela... E, pra ser sincero, prefiro a versão dela, que é um reggaezinho light. :)