11 de jan de 2010

Dante Thriansky - Parte 2/4

- Então até logo, tio Rednar - disse Podo, sobrinho de Aaron Hew, um dos comerciantes mais famosos de Cragwar, uma vila na na fronteira dos reinos de Breland e Aundair. Ele havia ajudado o parceiro de seu pai, Rednar Androvitch, um mercador ambulante de outra cidade, Marketplace, a descarregar as especiarias daquela semana.

- Até logo, Podo!

O comboio de comerciantes, chefiados por Androvitch e escoltados pelo famoso grupo de mercenários que a milícia de Marketplace havia contratado, partiu de volta ao vilarejo. "Missão cumprida, mais uma vez", pensava Androvitch. Pouco prestava atenção na insatisfação de um também famoso artificer que fazia parte do comboio.

- Veja, Dellon. Já fazem três meses que estamos ajudando este... este... gordo, e não conseguimos fazer uma renda minimamente decente. Pensei que variaríamos as rotas comerciais, mas escoltamos essa linha Hew-Androvitch umas 90% das vezes, e pra quê? Pra ganhar uma mixaria dessas?

- Acalme-se, Gavrin. Chegando em Marketplace conversaremos com o capitão Brinn. Ele nos entenderá e pagará o que merecemos. Mas, por ora, devemos ficar quietos.

- Não, Dellon, não vou ficar quieto. Já estou farto disso! Eu preciso de dinheiro para pagar meus estudos, e essas escoltas estão tomando meu tempo de estudos, portanto estou ficando sem dinheiro e sem tempo! Como vou concluir o meu curso assim?

- Olha só, podemos barganhar com o capitão. Garanto que ele vai nos entender.

Gavrin estranhou.

- Você me parece bem confiante, Dellon.

- Bem... Vamos apenas dizer que eu tenho... hmmm... lábia.

Gavrin se acalmou um pouco. Afinal, a inabalável confiança do companheiro estranhamente lhe havia dado alguma também. Mas viajou sem parar de pensar no seu baixo soldo.

Subitamente, Gavrin falou.

- Ei, Androvitch! Será que você não poderia nos dar uma comissão? O soldo que o Capitão Brinn nos dá é bem baixo, não acha?

- Comissão? Comissão?!? Ha! Você só pode estar brincando. Você já ganha o bastante para estas viagens, meu jovem, não precisa de mais. Fique quieto ganhando seu dinheiro, ok?

Aquilo foi só a fagulha para a combustão que estava adormecida.

- Meu jovem??? Quem você pensa que é, seu porco nojento? E quem você pensa que eu sou?? Não sou um aventureiro qualquer, meu caro, eu sou acadêmico! E só fiz esse trabalho sujo de escolta porque precisava urgentemente de dinheiro! Não pense que foi pela aventura, pois elas não me valeram de nada!

Dellon arregalou os olhos, mas tentou acalmar o companheiro.

- Gavrin... Não faça--

- E quer saber? Eu estou fora! Pra mim já basta dessas aventurazinhas imprestáveis! Eu tenho mais o que contribuir para o mundo! Vou arrumar uma maneira de ganhar algum dinheiro e concluir a faculdade, e aí você vai ver só quem eu sou, seu elefante asqueroso!

E sem mais uma palavra, saiu da estrada em direção ao nada.


PS: Gavrin veio posteriormente se tornar o Prof. Gavrin, artificer. Ele era o personagem de um jogador.
PS2: Histórias de personagens cruzadas são legais.
PS3: Aparentemente sem conexão com a história anterior? Aguarde o próximo capítulo. Ou deduza você mesmo. :)
PS4: Comente algo, por favor!

Nenhum comentário: