15 de jan de 2010

Dante Thriansky - Parte 3/4

A noite era fria. O comboio se reuniu à volta da fogueira para passar o tempo. Com as barrigas cheias depois do desjejum, a conversa era animada, apesar do incidente da última noite Gavrin e o chefe da caravana.

- Pois eu sei de um caso ainda melhor que o seu, Androvitch - disse Dellon. - Corre a lenda que, há três anos, em Breland, mais precisamente em Sharn, um homem chamado Danial, que se dizia um mago daqui de Aundair, subiu em um palanque em praça pública e pronunciou alguns dizeres contra as negociações comerciais entre as duas nações. Dizia asneiras como "Breland é imperialista" e que "Aundair é parasita". Era um discurso um tanto populista, e por isso, conseguiu juntar mais de cem pessoas à sua volta. Com um gesto rápido, hipnotizou todos que ali estavam lhe ouvindo e roubou todo o dinheiro deles. O pior é que todos dizem não se lembrar de nada, e ninguém tem provas disso.

- Mas como você sabe disso então, Dellon? - retrucou Androvitch.

- Ora, é uma lenda popular. Qualquer que já tenha visitado Sharn sabe disso. Você sabe...

Ele fez um movimento estranho.

- ... não sabe?

Androvitch ficou imóvel por um momento. Finalmente, como quem volta à superfície após estar afogando, disse:

- Sim... É-- é verdade...

- Exato. Como eu pensava. Mercadores ambulantes como vocês já foram a todas as partes.

Depois de uns cinco segundos nos quais o crepitar do fogo era o único som à beira da estrada, Dellon falou.

- Bem senhores, vou me recolher. Amanhã ainda temos muito chão pela frente antes de voltarmos para Marketplace.

Os outros se deitaram pensando porque nunca haviam ouvido falar daquela lenda em Sharn antes. Acordaram com menos um homem no comboio e menos todo o dinheiro que levavam.

PS: Comenta aí!

Nenhum comentário: