16 de fev de 2010

O Caixeiro Viajante - Parte 3/4: Dia 1

O dia começou calmo. O caixeiro pensava e repensava em seu sonho. Teria mesmo aquilo sido um sonho? O caixeiro não poderia responder. Ele saiu da barraca da jovem mulher que lhe acolheu - a mesma que havia lhe dado de comer - e olhou o céu. A chuva que havia caído ontem parecia ter ido embora. Ao longe, o caixeiro observou, nas escadarias do castelo, uma mulher, aparentemente mais velha, vestida em anil. Seu manto caía de seus ombros como uma cachoeira. Por vezes, o caixeiro pensou ter visto as vestes da mulher mudarem de cor. Viu relances de vermelho, branco e azul. Mas o vestido era anil, seus olhos não podiam enganá-lo. De repente, reconheceu a mulher. Como era mesmo o nome dela? ...Ariel. Então, como se tivesse percebido que estava sendo observada, Ariel entrou de volta no castelo.

Nenhum comentário: